Cibercultura, Colaboração, Computação, TI

SOBRE COMPUTAÇÃO, TURING, CINEMA E HERÓIS

the-imitation-game-2a

Ainda não olhei O Jogo da Imitação (The Imitation Game), filme que demonstra como o cientista Alan Turing, considerado o pai da Computação, trabalhou arduamente e colaborou para o sucesso aliado na II Guerra Mundial, ao decifrar códigos criptografados dos alemães. Mas tenho acompanhados as repercussões.
Uma delas, talvez uma das mais importantes, veio de um artigo da prestigiosa Communications of the ACM, revista mensal carro-chefe da Association for Computing Machinery (ACM). Publicada pela primeira vez em1957, CACM é enviada a todos os membros ACM, atualmente com cerca de 80.000 assinantes. Os artigos são destinados a leitores com interesse em áreas de ciência da computação e sistemas de informação. O foco da revista está nas implicações práticas dos avanços natecnologia da informação e temas associados a questões de gestão; A ACM também publica uma variedade de revistas teóricas.

O artigo Why did Computer Science make a hero out of Turing (Porque a Ciência da Computação fez de Turing um herói), escrito por By Maarten Bullynck, Edgar G. Daylight, Liesbeth De Mol  e disponível no link http://cacm.acm.org/magazines/2015/3/183592-why-did-computer-science-make-a-hero-out-of-turing/fulltext , os autores discorrem sobre a pouca idade da Ciência da Computação, utilizando como exemplo a Física e Matemática, com nomes que remontam desde Euclides e Galileu até Newton, Einstein  e Hilbert. Ciência esta que, apesar de nova, têm fornecido ao mundo alguns dos avanços mais notáveis, a partir de 1950 e, mais notadamente, nos últimos 20 anos.
Argumentam os autores sobre a genial contribuição de Turing, ao reunir campos teóricos e práticos e uni-los sob a égide da Ciência da Computação, lembrando ainda que muitas homenagens virão para este que é o primeiro grande herói da Ciência da Computação, que certamente tem produzido uma das mais espetaculares – senão a mais espetacular – onda de recursos tecnológicos da história da civilização. Certamente há problemas, decorrente do uso dos recursos, e  não dos recursos em si. Mas esta é outra discussão.
Uma das frases do artigo diz: “The first wave of recognition that Turing received posthumously is but a ripple when compared to the second wave.” (A primeira onda de reconhecimento que Turing recebeu postumamente é apenas uma marola comparada com a segunda onda).
Esperemos para ver, lembrando sempre que cada vez que acessamos um sistema online e precisamos confirmar nossa identidade como humanos, e não como máquinas, utilizamos o captcha, teste reverso baseado em um sistema que Alan Turing desenvolveu. Pois é. 1940 não é tão longe quanto parece…..
Trailer do filme:

alan turing

Anúncios

2 thoughts on “SOBRE COMPUTAÇÃO, TURING, CINEMA E HERÓIS”

  1. Eu assisti o filme. E uma das melhores produçoes dos ultimos anos, esse se tornará um CLASSICO por varios motivos. pelo excelente trabalho do ator, pelos assuntos que ele aborda, em primeiro plano a guerra e o serviço de inteligencia durante a guerra, por contar o inicio da computaçao, e por subrepticiamente tratar do tema GAY. é incrivelmente prazeiroso imaginar como funciona uma mente ABSOLUTAMENTE BRILHANtTE. Nao temos isso aqui no brasil, nem esse brilhantismo nem essa GENEROSIDADE.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Certamente, Eloísa, certamente.
      E por tratar também de premiar o primeiro grande herói da computação, responsável, entre outras coisas, por podermos estar nos comunicando através do computador, como fazemos agora. Obrigado pelo comentário.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s