Aprendizagem móvel, Colaboração, Educação, Mestrado em Inclusão, tecnologias digitais

Dissertação de Mestrado APRENDIZAGEM COM MOBILIDADE disponível no portal da CAPES

aaaInformo que está disponível para consulta no BANCO DE TESES E DISSERTAÇÕES da CAPES minha dissertação de Mestrado, denominada APRENDER COM MOBILIDADE: utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação Móveis e Sem Fio como potencializadoras da interação em processos educativos. Este banco de teses e dissertações da CAPES foi criado como forma de melhorar e facilitar o acesso a informações consolidadas que reflitam as atividades do sistemas nacional de pós-graduação brasileiro.

INFORMAÇÕES
Instituição: Universidade Feevale
Orientação: Profª. Drª. Patrícia Brandalise Scherer Bassani
Co-orientação: Profª. Drª. Débora Nice Ferrari Barbosa
Programa: Diversidade Cultural e Inclusão Social
Linha de pesquisa: Linguagens e Tecnologias
Nível: Dissertação de Mestrado
Defesa: fevereiro/2014
Banca avaliadora:
Profª. Drª. Luciana Backes (UNILASALLE)
Profª. Drª. Patrícia Brandalise Scherer Bassani (FEEVALE)
Profª. Drª. Sandra Portella Montardo (FEEVALE)

RESUMO
A web 2.0, a segunda geração da internet, foi possibilitada por recursos de software baseados em facilidade de uso e publicação, interação e cooperação entre os usuários, denominadas ferramentas da web 2.0. Atualmente, o acesso a tais recursos são efetuados cada vez mais com o uso de TIMS (Tecnologias de Informação e Comunicação Móveis e Sem Fio), em especial por dispositivos como smartphones e tablets. No campo educacional, a conexão das TIMS às ferramentas da web 2.0 significa possibilidades de novas práticas pedagógicas, além de uma expansão da sala de aula com as possibilidades de interação que as ferramentas da web 2.0 propiciam. Atualmente, no Brasil, alunos que, por motivos de saúde ou outros problemas, não podem estar presencialmente na escola, são beneficiados com o chamado exercício domiciliar, devendo receber na sua residência o material necessário à continuidade dos seus estudos escolares. Neste contexto, este estudo tem por objetivo investigar como o potencial de cooperação das ferramentas da web 2.0, acessadas por meio de dispositivos móveis do tipo TIMS, pode oportunizar a interação de alunos em exercício domiciliar com o contexto escolar. Os sujeitos de pesquisa foram dois alunos de Ensino Fundamental de duas escolas públicas de Novo Hamburgo/RS, os professores regentes da disciplina, as direções das respectivas escolas e os colegas da turma regular. Utilizou-se como delineamento metodológico a categoria estudo de caso e, como instrumentos de pesquisa, observação participante, diário de campo, entrevista e questionário. Foi aplicada ainda uma proposta de utilização de TIMS conectadas às ferramentas da web 2.0, escolhidas mediante um modelo de seleção: blog, chat, vídeo e apresentação. Os alunos das classes regulares executaram a proposta nos laboratórios de informática das respectivas escolas, interagindo entre si e com os alunos em exercício domiciliar que, de suas casas, utilizaram tablets conectado às ferramentas da web 2.0. Os resultados do estudo apontam que o exercício domiciliar, em geral, não é operacionalizado de maneira a permitir ao aluno em tal condição construir seu conhecimento e manter de forma satisfatória a continuidade dos seus estudos. Aponta-se que os laboratórios de informática são insuficientes para atender à demanda, faltando suporte técnico adequado e formação docente para utilização pedagógica das tecnologias digitais. Os resultados do estudo mostraram que as ferramentas utilizadas permitiram níveis satisfatórios de interação e cooperação, sendo possível observar a construção de conceitos de modo cooperativo entre os alunos no laboratório e também entre estes e os alunos em exercício domiciliar. Os alunos ocuparam os espaços online de modo colaborativo e público, trabalhando frequentemente nos níveis de grupo e rede e no nível coletivo em menor escala. Considera-se que a utilização das TIMS, aliada às ferramentas da web 2.0, possa contribuir para que os processos de ensino e de aprendizagem possam ocorrer com qualidade, independente do local onde os alunos estejam. A utilização crescente da mobilidade, conjugada com utilização pedagógica adequada e conduzida por docentes qualificados, poderá contribuir para a concretização da aprendizagem móvel.

Palavras-Chave:
Ferramentas da web 2.0. Interação. Cooperação. Aprendizagem móvel.
Curta, comente e compartilhe
Abraço e até a próxima!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s